Sobre

Blog

O Impressões de Maria foi criado no dia 07 de julho de 2013, com o nome Minhas Impressões. Só em 25 de fevereiro de 2017 que viria a ter o nome atual.
Inicialmente, o único foco do blog era resenhar livros e fomentar a leitura de autores nacionais. Com o passar dos anos, os assuntos foram ampliados e ganharam espaço resenhas de filmes, propostas de reflexões raciais, relatos sobre eventos e exposições, sem contudo, deixar de ser um blog literário.
O amadurecimento do blog confunde-se com o crescimento de sua criadora, uma vez que nasceu no último ano de seu ensino médio, sobreviveu a uma época de pré-vestibular e permanece enquanto ela cursa Letras, o que faz com que haja diversidade nos livros resenhados.

Criadora

Maria Ferreira é formada em Letras-Espanhol pela Universidade Federal de São Paulo. Criadora do site Impressões de Maria e Instagram literário de mesmo nome. Integrante do coletivo literário @cladaspretas. Escritora, tem um conto publicado no livro Vozes Negras, lançado em 2019, e também escreve poemas. Lê, divulga e apoia as produções de escritores negros.

 

Colaboradores

Arman Neto é  filho da Dona Yara, cria da Baixada Fluminense, e estudante da Faculdade de Letras da UFRJ. Também faz parte do grupo de estudo e pesquisa Transcultura. E além de escrever sobre literatura, também inventa algumas histórias.

 

Mayra Guanaes é formada em Letras (Português/Espanhol) pela UNIFESP e possui mestrado em Estudos Literários pela mesma instituição. Também é professora e autora do livro Afetos e Ficções (2019) e nas horas livres escreve e caminha pela cidade procurando bons rolês.

William Alves é nascido no Rio de Janeiro, criado em Minas Gerais e atualmente vive no Espírito Santo, o que faz com que se comunique em uma mistura de vários sotaques. Descobriu seu amor pelos livros ainda criança ao se deparar com a Coleção Vagalume. Já contribuiu como crítico de cinema convidado para o site Wrong Reel e crítico musical para o falecido blog de cultura pop No fim do universo.

Cintia Martinelli é formada em Ciências Biológicas (licenciatura) pela USFCAR e atualmente é atriz em formação pela ETEC. É amadora de diferentes estilos de dança e apaixonada pelas linguagens possíveis da arte. Desde a infância se encanta com histórias e passava horas escolhendo livros na biblioteca de sua cidade.

Julia Martins é multiartista negra favelada, coloca sua arte em movimento, na atuação, escrita e música. Atualmente é graduanda em farmácia pela FCF-USP e estudante de teatro pela ETEC de Artes. Também faz parte do Coletivo Tarja Preta, no qual produz conteúdos voltados ao movimento negro.
    Os livros de Ayọ̀bámi Adébáyọ̀ Romances que abordam o tema da gentrificação Livros de estudos literários negros