0

Sobre

Blog

O Impressões de Maria foi criado no dia 07 de julho de 2013, com o nome Minhas Impressões. Só em 25 de fevereiro de 2017 que viria a ter o nome atual.
Inicialmente, o único foco do blog era resenhar livros e fomentar a leitura de autores nacionais. Com o passar dos anos, os assuntos foram ampliados e ganharam espaço resenhas de filmes, propostas de reflexões raciais, relatos sobre eventos e exposições, sem contudo, deixar de ser um blog literário.
O amadurecimento do blog confunde-se com o crescimento de sua criadora, uma vez que nasceu no último ano de seu ensino médio, sobreviveu a uma época de pré-vestibular e permanece enquanto ela cursa Letras, o que faz com que haja diversidade nos livros resenhados.

Criadora

Maria Ferreira é formada em Letras-Espanhol pela Universidade Federal de São Paulo. Criadora do site Impressões de Maria e Instagram literário de mesmo nome. Integrante do coletivo literário @cladaspretas. Escritora, tem um conto publicado no livro Vozes Negras, lançado em 2019, e também escreve poemas. Lê, divulga e apoia as produções de escritores negros.

 

Colaboradores

Arman Neto é  filho da Dona Yara, cria da Baixada Fluminense, e estudante da Faculdade de Letras da UFRJ. Também faz parte do grupo de estudo e pesquisa Transcultura. E além de escrever sobre literatura, também inventa algumas histórias.

 

Mayra Guanaes é formada em Letras (Português/Espanhol) pela UNIFESP e possui mestrado em Estudos Literários pela mesma instituição. Também é professora e autora do livro Afetos e Ficções (2019) e nas horas livres escreve e caminha pela cidade procurando bons rolês.

William Alves é nascido no Rio de Janeiro, criado em Minas Gerais e atualmente vive no Espírito Santo, o que faz com que se comunique em uma mistura de vários sotaques. Descobriu seu amor pelos livros ainda criança ao se deparar com a Coleção Vagalume. Já contribuiu como crítico de cinema convidado para o site Wrong Reel e crítico musical para o falecido blog de cultura pop No fim do universo.

Cintia Martinelli é formada em Ciências Biológicas (licenciatura) pela USFCAR e atualmente é atriz em formação pela ETEC. É amadora de diferentes estilos de dança e apaixonada pelas linguagens possíveis da arte. Desde a infância se encanta com histórias e passava horas escolhendo livros na biblioteca de sua cidade.

Julia Martins é multiartista negra favelada, coloca sua arte em movimento, na atuação, escrita e música. Atualmente é graduanda em farmácia pela FCF-USP e estudante de teatro pela ETEC de Artes. Também faz parte do Coletivo Tarja Preta, no qual produz conteúdos voltados ao movimento negro.
    Narrativas com fluxo de consciência Livros para quem gostou de “Renaissance”, de Beyoncé Conheça a escritora Natasha Brown