Mar Grande- Geferson Santana

Mar Grande- As águas que correm para a Baía de Todos os Santos é o romance de estreia do jovem autor, Geferson Santana, publicado pela editora Multifoco. O livro será lançado oficialmente dia 18/02, no restaurante Baian’a Point, às 15h.

Lito, o personagem principal, é uma criança que mora em Beira Mar, um distrito da cidade de Maragogipe, no Recôncavo baiano. Filho de pescador, deseja seguir os mesmos passos do pai, que é contra por querer que o filho estude para ter uma profissão que dê dinheiro, para que seu destino não seja viver na mesma pobreza como ele e sua esposa vivem.

A construção de uma usina hidrelétrica afetou muito a pesca na região e consequentemente a economia local, que é majoritariamente movimentada pela pescaria, de modo que os moradores tiveram que procurar por outras formas de trabalho. As mulheres, marisqueiras e ceramistas, atividades tradicionais, se veem na necessidade de executar trabalhos domésticos nas casas dos mais ricos, muitas vezes para ganhar menos do que o merecido.

Sensível como Lito é, quando não está brincando com seus amigos, aproveita para escrever poesias. Curioso, faz perguntas e aprende muito com sua avó sobre a história da região em que vive, imerso numa realidade em que as religiões de matriz africana se fazem presentes na vida e nas narrativas.

Nesse livro, o autor traz questões que são caras à cultura local, faz uma crítica social ao expor a realidade de pessoas que ainda são exploradas, chama atenção para o tema da sexualidade, que ainda é tabu nas comunidades ribeirinhas, de modo que o final deixa no ar uma curiosidade instigante.

A narrativa segue uma linha de prosa poética com uma leveza que chega a mexer com os sentidos de quem lê. É como se sentíssemos o toque das águas, o cheiro das comidas ou aquela sensação de plenitude quando aprendemos algo novo.
É uma leitura importante para abrir os olhos para o novo, para o outro e outras realidades.
Fica a minha indicação de que mergulhem nesse Mar Grande.

Ficou interessado pelo livro? Compre pela site da editora clicando aqui.
Adicione também na sua estante do Skoob clicando aqui.

34 respostas

  1. Olá
    Eu desconhecia a obra, mas justifica pelo fato de ser lançamento recente da editora. Eu achei a premissa bem bacana e amo livros com protagonistas jovens ou criança. Sobre a arte gráfica, eu conheço a editora e sei como a mesma trabalha, mas a capa achei bem estranha, enfim…. questão de gosto kkk. Até mais ver
    Bjks

  2. Oi, Maria! Tudo bom?
    EU QUASE TIVE UM SURTO AQUI QUANDO VI QUE VOCÊ ERA DA BAHIA, E ESSA LOGO MARAVILHOSA CACHEADA DO SEU BLOG? AMEI! Bom, MARAGOGIPE É PERTINHO DE ONDE EU MORO, achei bastante interessante sobre este livro para eu descobrir mais coisas sobre minha terrinha, vou anotar esta dica, adorei bastante! <3

    Beijos,
    Lu | justificou.blogspot.com

  3. Olá!
    Ainda não conhecia esse livro, mas achei sua resenha muito interessant e apesar de, confesso, não ser um livro que eu leria por conta própria.
    Gostei de saber que é um livro importante para abrir os olhos.
    Beijos

  4. Não conhecia o livro e achei legal o fato do autor aproveitar sua obra para não só chamar atenção para problemas locais, como também a vida da região.
    Bjs e sucesso para o autor.

  5. Olá Maria, tudo bem?

    Não conhecia o autor e tampouco sua obra. Estou bem por fora dos lançamentos desde o meio do ano passado, rs. Mas vou deixar a dica anotada aqui e passá-la para uma amiga que adora este tipo de livros.

    Beijos

  6. Oi, Maria! Obrigada por indicar este livro e este autor. Não os conhecia. Ficarei atenta, embora não seja do estilo que priorizo, achei bem interessante! Abraços!

  7. Ooi!
    Não conhecia o livro, mas confesso que por sua resenha já me encantei por ele.
    Parece ser uma história que retrata muito bem a sociedade, principalmente a local. Amo obras com críticas sociais, só isso já me faz querer ler a obra. Dica anotada!
    Beijoos!

  8. Oi, Maria!

    Escrevo para agradecer por ter escrito esta bela resenha de "Mar Grande". Tem sido uma grande parceira desse projeto. Saiba que foi uma honra convidá-la para escrever a contracapa.
    Aproveito para agradecer pelos excelentes comentários de seus leitores. Espero que realmente gostem do livro.

    Grande abraço!

  9. Oi, tudo bem?

    Ainda não conhecia a editora, mas já gostei do lançamento. Adorei a premissa do livro, muito interessante e gosto de livros que trazem critica social, principalmente em uma determinada situação do nosso país. Muito sucesso no lançamento. o/

  10. Mas que obra linda, ainda retratada aqui na Bahia e numa cidade que eu super conheço que é maragogipe
    Poesia baiana é linda demais e eu aposto que irei adorar esse livro

  11. Eu acho tão bonito quando um autor escreve um livro enaltecendo de alguma fora o local onde vive ou determinada região. E em forma de poesia e prosa, fica ainda mais belo.
    A história me pareceu muito leve, muito boa, amei.

    Beijo.

  12. Achei a premissa bem interessante, e por se passar na Bahia, trazendo questões da cultura local me deixou mais curiosa para ler o livro. Não conheço o estado, mas minha mãe morou um tempo por lá na juventude e fala coisas incríveis, então quero muito conhecer… E ler é estar um pouquinho mais perto né?
    Entrou para a lista 🙂
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

  13. Não conhecia a obra ou o autor, mas o que acho incrível de ler livros nacionais, é de como a gente passa a conhecer mais sobre a cultura e problemas sociais de um local, tudo isso escrito em uma obra. Gostei bastante do enredo e principalmente do personagem Lito, parece uma pessoa bem legal e também fiquei curioso para saber como alguns obstáculos vão ser superados. Espero futuramente poder ler.
    Trouxa do Livro

  14. Oiê Maria, tudo bom?
    Antes de qualquer coisa, gosto muito do seu blog e acompanho sempre seus pots no Instagram, parabéns!
    Quanto ao livro, ele tem um enredo muito interessante e com discussões extremamente importantes para nós. Nunca tinha visto nenhum livro com essa temática, o que me chamou bastante atenção. Levantar temas como sexualidade e religiões de matriz africanas me deixou muito curioso pra conhecer o livro, pois não são discutidos com tanta frequência na literatura principalmente essa última. Beijos!!

    http://www.facesemlivros.com

  15. Oi
    Conheço a editora, foi onde lancei meu primeiro livro, mas, infelizmente, ainda não conhecia o livro e nem o autor. Gostei bastante da abordagem me questão e pretendo ler. Aprecio a prosa poética ^^

  16. Oi Maria. Tudo bem?

    Achei linda a capa desse livro e super interessante a temática dele. Falar sobre temas tão atuais, tais como descaracterização das comunidades ribeirinhas e o quanto alguns se aproveitam dessas situações é muito interessante. Já anotei a dica e se possível lerei. Bjoks da Gica.

    umaleitoraaquariana.blogspot.com

  17. Maria, tudo bem?

    Achei muito interessante a ideia do livro. Já anotei na minha lista de desejados, ia colocar no skoob tbm nas não o encontrei cadastrado lá.

    Beijos e obrigada pela dica.
    Leitoras Inquietas

  18. Olá!
    Achei bem interessante sua resenha. Gosto muito quando essas críticas sociais estão presentes no livro e gosto mais ainda quando um autor resolve mostrar essa parcela da população que poucos dão atenção. A única coisa que me deixa um pouco incomodada é esse tom de prosa poética citado por você pois dificilmente consigo ler livros com narrativas assim :/ Mas de resto, gostei bastante.
    beijo

  19. Olá, tudo bem? Não conhecia o autor e achei o tema proposto mega interessante, porém o meu problema iria começar com a questão de prosa poética. Não sou fã e teria uma certa dificuldade de lê-lo. Deixo como uma leitura aberta para futuramente.
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

  20. A proposta do livro é bem interessante, gostei da premissa, por se tratar de questões de cultura e criticas sociais. Gosto de leituras assim, alias, estou adquirindo gosto de leitura do tipo.

    Beijos

    Viviana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Maria Ferreira

Maria Ferreira é uma mulher negra baiana. É criadora do Clube Impressões, o clube de leitura de livros de ficção do Impressões de Maria, e co-criadora e curadora do Clube Leituras Decoloniais, voltado para a leitura e compartilhamento de reflexões sobre decolonialidade. Também escreve poemas e tem um conto publicado no livro “Vozes Negras” (2019). É formada em Letras-Espanhol pela Universidade Federal de São Paulo. Seus principais interesses estão relacionados com temas que envolvem literatura, feminismo negro e decolonial e discussões sobre raça e gênero. Enxerga a literatura como uma ferramenta essencial para transformar o mundo. 

R$ 5.829/mês 72%

Participe do Clube Impressões

Clube de leitura online que tem como proposta ler e suscitar discussões sobre obras de ficção que abordam assuntos como raça, gênero e classe, promovendo o pensamento crítico sobre a realidade de grupos minorizados.