0
Não-ficção

“Lições de Casa”: último livro-diálogo de Paulo Freire

“A revolução não pode ser feita para as massas, mas com elas, e jamais sobre elas. Uma revolução sobre as massas é reacionarismo, é golpe de Estado, não é revolução.” — Paulo Freire

Com pouco mais de 120 páginas, e ainda contando com alguns poemas escritos por Paulo Freire, Lições de Casa: últimos diálogos sobre educação é o último livro-diálogo entre o autor de Pedagogia do Oprimido e Sérgio Guimarães e foi publicado pela editora Paz & Terra.

O livro é estruturado, como de costume nestes encontros, como uma entrevista, uma espécie de bate-bola descontraído entre os dois educadores, em que eles abordam uma variedade de temas, entre eles, os 14 anos em que Paulo Freire viveu como exilado fora do Brasil durante a ditadura, suas lembranças de outros países, outras culturas e outras formas de educação, sua opinião acerca das traduções de suas obras e por último, mas não menos importante, as influências da relação familiar e de sua cidade natal em suas obras.

Dividido em duas partes, sendo a primeira, “Olhar de Fora”, uma conversa entre Guimarães e Freire; e a segunda, “Olhar de Dentro”, uma entrevista com Fernando Gasparian sobre a dificuldade em importar, editar e publicar obras de Freire no Brasil durante a Ditadura.

É importante destacar que Lições de casa é um livro bastante triste para fãs não apenas da série, mas também para os fãs de Feire. Para estes últimos a tristeza é realocada de uma forma diferente, relacionada à morte do autor, visto que durante vários momentos ele é reticente ao fazer planos para o futuro, principalmente o futuro dele com relação à família, mais especificamente aos netos. Nos causa um aperto no coração, uma vez que já sabemos que Freire viria a falecer em 1997.

Durante vários momentos temos exemplos claros da pessoa grandiosa que Freire foi. Suas preocupações, sejam elas relacionadas à saúde, à educação — bem como seu aspecto político —, eram sempre plurais, e mais importante, sempre indo além de seu bem-estar como cidadão. Principalmente com relação às crianças que moram em casas, sua geografia social no sentido de aproveitamento e possibilidades de diversão em comparação com crianças que viviam em prédios. É uma discussão interessante, sem dúvidas.

Como escrevi no início, um dos detalhes que causam surpresas é o fato de que um longo poema da autoria de Freire está incluso como uma espécie de grand finale. Curiosamente, o que chama atenção é uma ideia sonhada por Freire de reescrever e relançar Pedagogia do Oprimido em forma de poemas. Só nos resta imaginar o resultado, visto que Freire abandonou a ideia após dois poemas.

Lições de Casa é uma pequena joia literária, um livro que ainda que não seja tão conhecido como alguns outros do autor, tem tudo para fisgar novos leitores por se tratar de uma escrita, de certa forma, menos acadêmica do que suas obras mais antigas.


Participando do Clube Impressões: um espaço voltado para a leitura e discussão de obras ficcionais que levam a refletir sobre assuntos como raça, gênero e classe, e que promovam pensamento crítico sobre a realidade de grupos minorizados. Clique aqui para participar.

Clube Leituras Decoloniais: um projeto coletivo negro que conta com a curadoria de quatro mulheres negras que produzem conteúdo na internet sobre literatura decolonial. Clique aqui para participar.

Você poderá gostar

Nenhum comentário

    Deixe um comentário

    Romances que abordam o tema da gentrificação Livros de estudos literários negros Livros sobre mães